Domingo, 16 de Janeiro de 2022
27 99902-4179
Cultura Conversa

Ano novo, hábitos velhos

Com Rondilei Paixão

29/12/2021 08h43
Por: Redação O Diário Fonte: Diversas
Ano novo, hábitos velhos

 

Mais um ano está chegando ao fim. Muitas pessoas têm o hábito de fazerem passagem do velho para o novo ano, vestidas de roupas com cores ditadas pela superstição, conforme o que buscam nos próximos 365 dias. Por exemplo, de acordo com o portal eletrônico DCI (2020), “Diz a tradição que rosa atrai amor; vermelho, paixão; azul, harmonia e tranquilidade; verde, esperança e saúde; e amarelo, dinheiro e sucesso. A branca, mais tradicional no Réveillon brasileiro, traz um pedido de paz.

A superstição é um hábito, que segundo o dicionário Oxford Langagens - Google, é uma crença ou noção sem base na razão ou no conhecimento, que leva a criar falsas obrigações, a temer coisas inócuas, a depositar confiança em coisas absurdas.

Respeitemos as opiniões e as diversas tradições, inclusive essa, mas, um indivíduo que busca ter muito dinheiro, por exemplo, somente começará o ano com a conta lotada, se ganhar na Mega da Virada, caso contrário, esse poderá passar o Réveillon vestido de amarelo, branco, vermelho, preto ou qualquer outra cor, que continuará com a conta como atualmente está, durante todo o ano, se for depender das cores das vestes.

Sendo supersticiosos ou não, a maioria das coisas que conseguimos, adquirimos através de nossos esforços, sem depender de paleta de cores. Portanto, se você mantiver o velho hábito de se sentar, cruzar os braços e aguardar dinheiro, sucesso, namorado/a, casamento, etc., caírem do céu, apenas porque se vestiu conforme a tradição “determina” na virada do ano, presumo que ficará mais um ano na fila dessa espera. Então, mova-se durante o ano, que certamente assim, você obterá melhores resultados.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.