Terça, 26 de Outubro de 2021
27 99902-4179
Cultura Conversa

Quando a zona de conforto se torna limitação

Com Rondilei Paixão

13/10/2021 11h59
Por: Redação O Diário Fonte: Diversas
Quando a zona de conforto se torna limitação

Ciente de que o sujeito acomodado coloca a comodidade à frente das perspectivas que ele mesmo poderia idealizar e realizar, o comodismo não apenas freia o indivíduo, como também o retroage, já que a tendência das coisas é seguir evoluindo, deixando o acomodado para trás.

Existem sujeitos que estão numa zona de conforto e fazem jus ao postulado e ao conforto em que se encontram, ou seja, chegaram a certo patamar, honesta e esforçadamente, e hoje não têm necessidade urgente de galgarem novos degraus.

Por outro lado, existem sujeitos que se acomodaram com muito pouco, por estarem numa suposta zona de conforto que “lhes satisfazem”, sendo que, esses mesmos, têm condições e necessidades reais de escalarem novos estágios na vida.

“Para quê fazer um concurso se meu trabalho é suficiente para eu viver? Para quê fazer uma faculdade se eu sei ler e escrever e já tenho uma profissão?” Interrogações retóricas como essas, geralmente circulam no intelecto de pessoas acomodadas por baixo, com o pouco que tem.

Todo ser humano deve buscar o melhor para sua vida, dentro de suas possibilidades, visto que, muitas pessoas têm suas dificuldades, e isso deve ser levado em conta.

Por fim, sinalizo que o acomodado sempre perderá oportunidades por não enxergar um palmo à sua frente, já que a zona de conforto de seu ponto de vista lhe apraz e se torna um tapa olhos para que o indivíduo não enxergue novos horizontes que estão passando diante de seus olhos .

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.