Sábado, 25 de Junho de 2022
27 99902-4179
Geral Novos tempos

Ales volta a ter formato híbrido em reuniões

Comissões parlamentares e sessões realizadas às quartas-feiras estão autorizadas a funcionar com participação de deputados presencialmente e por videoconferência

17/05/2022 09h36
Por: Redação O Diário Fonte: Ales
As aprovações foram feitas nesta segunda-feira.
As aprovações foram feitas nesta segunda-feira.

Em decisão tomada pelo Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa (Ales), comunicada pelo presidente da Casa, deputado Erick Musso (Republicanos), as reuniões das comissões temáticas do Parlamento estadual voltam a seu formato híbrido (presencial e remoto) a partir desta segunda (16).

Na mesma decisão ficou estabelecido que as sessões ordinárias realizadas nas manhãs de quarta-feira também poderão funcionar de forma presencial e virtual, mantendo o formato exclusivamente presencial para as plenárias de segunda e terça.

O documento, publicado no Diário do Poder Legislativo desta terça-feira (17), é assinado pelos seguintes líderes partidários da Ales: Podemos, PT, PSB, Republicanos, PP, PL, Patriota, PTB, DC, PDT e PSC. O líder do governo, deputado Dary Pagung (PSB), também assinou o comunicado.

A decisão foi tomada com base nos artigos 29 (Inciso IV) e 102 do Regime Interno (RI) que dá ao Colégio de Líderes prerrogativa para adotar medidas relacionadas às sessões plenárias e reuniões dos colegiados.

As lideranças argumentam que a volta do modelo híbrido vai ajudar a produção legislativa num momento em que, devido à pandemia, há um acúmulo de demandas relacionadas à entrega de ações orçamentárias referentes às emendas parlamentares.

Citam também que o modelo híbrido se justifica diante da necessidade das deputadas e dos deputados coletarem junto às suas bases eleitorais sugestões para possíveis propostas ao orçamento do exercício de 2023.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.