Domingo, 22 de Maio de 2022
27 99902-4179
Política João Neiva

Câmara cassa mandato de Lucas Recla por quebra de decoro

O vereador teria acusado a Câmara de ser uma “Quadrilha do Crime Organizado” e acabou perdendo seu mandato por 9x1.

27/04/2022 10h33
Por: Redação O Diário Fonte: da redação
Lucas Recla teve seu mandato cassado pelo plenário da Câmara de João Neiva.
Lucas Recla teve seu mandato cassado pelo plenário da Câmara de João Neiva.

Após vários embates e até mesmo agressões e ameaças veladas ao longo dos dias, a Câmara de João Neiva decidiu cassar o mandato do vereador Lucas Recla (PTB), com a decisão o parlamentar perde seus direito políticos por oito anos e fica impedido de disputar novas eleições no período.

O embate do parlamentar com seus pares começou desde o início da legislatura, por divergências pessoais e falta de habilidade para conduzir suas proposituras, Lucas partiu para o ataque e isso gerou um desgaste entre seus pares.

Não é a primeira vez que a Câmara tentou cassar o mandato do vereador, em outra oportunidade e por outra motivação, no caso, um conflito com outro vereador Lucas teria se exaltado e feito ofensas nas redes sociais ao colega que acionou a Casa pela atitude inadequada do agora ex-vereador. Naquela ocasião, Lucas se beneficiou de uma liminar que suspendeu os efeitos e paralisou a comissão processante que daria o parecer final pela cassação, ou não de seu mandato.

Desta vez não teve jeito, a Câmara concluiu todo o processo e o vereador Lucas Recla que inicialmente ganhou a eleição pelo PSL com 195 votos, e atualmente está filiado ao PTB após a fusão entre DEM e PSL, perdeu seu mandato. Lucas pretendia disputar a eleição para cargo de deputado estadual, mas com a decisão do colegiado fica impossibilitado pois cairia na Leia da Ficha Limpa.

Tentamos falar com o vereador mas não tivemos retorno, em suas redes sociais Lucas se disse injustiçado e perseguido. Sobre os desentendimentos e até acusação de agressão contra uma servidora da Câmara durante a sessão que cassou seu mandato, Lucas também não se manifestou.

Tumulto

Na sessão ordinária que aconteceu na noite de ontem (26), na Câmara de João Neiva durante o processo de votação que levou a cassação do mandato do vereador Lucas Recla (PTB), houve tumulto e um princípio de confusão, segundo imagens que circulam nas redes é possível ver o que seriam agressões e ânimos exaltados.

O presidente da Câmara vereador Glauber Tonon (Republicanos) precisou interromper os trabalhos e convocou a presença da polícia para garantir a segurança dos presentes e a conclusão dos trabalhos.

Com a chegada da Polícia Militar ao plenário da Câmara, os trabalhos foram retomados após a intervenção dos policiais.

Ao fim apenas a vereadora Simone Dentista (PP) votou em favor de Lucas Recla o que levou a confirmação da perda de seu mandato.

Não é a primeira vez que acontece tumulto com a participação do agora ex-vereador Lucas Recla.

Agora a pós publicada a decisão, caberá a Câmara convocar o suplente para vaga deixada por Lucas, neste caso a suplente de vereador Cíntia Cirillo (União Brasil), o prazo para a convocação é determinado pelo presidente da Casa.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.