Domingo, 22 de Maio de 2022
27 99902-4179
Política Prisão

Ex-vereador Lucas Recla é preso em João Neiva

Ele teria agredido policiais que foram a sua residência e foi conduzido por porte ilegal de arma.

29/04/2022 21h18 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação O Diário Fonte: da redação
Vereador de João Neiva cassado Lucas Recla.
Vereador de João Neiva cassado Lucas Recla.

Na tarde desta sexta-feira (29), o agora ex-vereador de João Neiva Lucas Recla (PTB), que teve seu mandato cassado na última terça (26) pela Câmara Municipal, acabou preso por policiais civis de João Neiva. 

Ao irem a residência do ex-parlamentar para entregarem uma intimação em que ele deveria comparecer a delegacia para esclarecimentos após ser denunciado por outros vereadores sobre os fatos ocorridos na sessão em que Lucas perdeu seu mandato, os policiais foram recebidos com agressividade e com intimidação por parte do agora ex-parlamentar. 

O ex-vereador teria anunciado aos policiais que era vereador e que não estaria concordando com a presença dos policiais em sua porta. 

Ele também teria anunciado aos policiais que estava armado, foi então que os agentes informaram que Lucas não era mais vereador, já que teria sido cassado, os policiais também pediram a documentação e a arma do ex-parlamentar para conferir os dados, mas Lucas teria reagido de forma agressiva e machucando um dos policiais. 

Foi aí que os agentes da PC de João Neiva precisaram usar de força para conter e desarmar Lucas, que foi conduzido por orientação do delegado de João Neiva Dr. Leandro Sperandio, diretamente para 13° Delegacia Regional de Aracruz para ser apresentado ao delegado de Plantão Dr. Gleydson de Almeida Marques.

O ex-vereador estava com uma pistola 9mm que foi recolhida e apresentada a autoridade policial,  a Polícia Federal será comunicada para os procedimentos legais. 

A publicação do decreto que confirma a cassação do mandato de Lucas Recla saiu no dia 27 de abril, um dia após a sessão na Câmara de João Neiva em que foi votado em plenário pelos parlamentares a perda do seu mandato. 

O ex-vereador está recolhido ao CDP de Aracruz e neste sábado passará por uma audiência de custódia, onde o juiz de plantão poderá arbitrar uma fiança para que ele responda em liberdade pelos crimes cometidos, Porte de arma, Resistência e  Lesão corporal. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.