Sexta, 19 de Agosto de 2022
27 99902-4179
Polícia Busca e apreensão

Polícia faz busca e apreende computador na casa de assessora de vereadora de Aracruz

Mesmo no recesso dos parlamentares de Aracruz as polêmicas não param.

19/01/2022 15h12 Atualizada há 7 meses
Por: Redação O Diário Fonte: da redação
Policias foram a residência da acusada e apreenderam o computador da prefeitura.
Policias foram a residência da acusada e apreenderam o computador da prefeitura.

Fiscalizar é uma das principais atividades de um vereador, mas um fato chamou atenção da população nos últimos dias.

Apuramos que de acordo com uma denúncia feita pelo próprio irmão da acusada na 13ª Delegacia Regional de Aracruz, um equipamento de trabalho da prefeitura de Aracruz estaria na casa de uma ex-servidora do município.

A polícia Civil fez investigações e confirmou a denúncia, encontrando na casa da servidora um computador que foi apreendido e levado para a delegacia. O delegado Dr. Rodrigo Peçanha não deu detalhes sobre os desdobramentos do caso, ele alegou que a apuração está em sigilo para não prejudicar a investigação, mas de acordo com a informação de uma fonte da polícia Civil, a apuração detectou pelo menos outros quatro computadores que sumiram da Secretaria de Saúde de Aracruz na administração do então prefeito Jones Cavaglieri (SDD).

Questionamos a prefeitura de Aracruz o porquê o fato não ter sido identificado e denunciado antes, já que se passou um ano que a nova administração assumiu a gestão, também questionamos que só após a denúncia do irmão da acusada ser feita, o caso tenha andado?

A prefeitura tem uma secretaria específica para cuidar do patrimônio público, a Secretaria de Patrimônio e mesmo assim, parece não ter identificado o desaparecimento dos equipamentos, o que deixa no ar a dúvida sobre o que mais pode ter desaparecido de bem público sem que ninguém saiba?

Nenhuma de nossas perguntas foram respondidas pela assessoria da prefeitura.

Segundo a informação obtida por nossa reportagem, a acusada alegou em depoimento que o computador foi levado para casa no período da pandemia para o home-office, mas que a mesma teria esquecido de devolver o equipamento após o retorno das atividades presenciais.

Também não é possível dizer o paradeiro dos outros quatro computadores, por isso, a polícia segue investigando o caso.

Chama atenção o fato de atualmente a acusada trabalhar no gabinete da vereadora Adriana Guimarães, justamente uma das mais aguerridas combatentes da atual legislatura, o papel de fiscalizar veementemente cobrado por Adriana na redes sociais e no plenário até bem pouco tempo, não se aplicou ao fazer análise para montar sua equipe?

Tentamos ouvir a vereadora, mas ela respondeu apenas que irá tomar as medidas cabíveis e que confia no trabalho da polícia.

5 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.