Terça, 26 de Outubro de 2021
27 99902-4179
Geral Cobaias?

Casagrande oferece crianças do ES para testes com Coronavac

Em evento ao lado do governador de SP João Dória, o governador do ES ofereceu crianças de 03 até 11 anos para participarem de testes com vacinas.

23/09/2021 10h40
Por: Redação O Diário Fonte: da redação
Casagrande ao lado de João Dória.
Casagrande ao lado de João Dória.

Está repercutindo muito mal a atitude do governador Renato Casagrande (PSB), que participou nesta quarta-feira (22), da coletiva de imprensa para formalizar a entrega do segundo lote das doses de CoronaVac, adquiridas diretamente com o Instituto Butantan. Aliado do governador de São Paulo João Dória (PSDB), e opositor declarado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Casagrande colocou as crianças do Estado a disposição para participarem de testes com a vacina coronavac.

O ato simbólico ocorreu na sede da instituição e foi mediado pelo governador de São Paulo, João Dória. A comitiva capixaba teve a presença do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

A reação foi imediata de alguns setores, principalmente os mais críticos aos resultados e últimos casos de mortes e complicações envolvendo o imunizante chinês.

O ex-senador Magno Malta (PL) reagiu com um alerta em sua rede social, ele lembrou que “as crianças não pertencem ao estado, e por tanto, o governador não teria esse direito.” Malta ainda lembrou que isso é típico de regimes ditatoriais onde o cidadão não tem vontade própria e os governos decidem sobre tudo.

O governador de São Paulo, João Doria, comentou sobre a aquisição dos Estados e citou que a vacina da Coronavac é o imunizante mais utilizado no mundo durante a pandemia.

Em uma espécie de comício Dória defendeu a Coronavac "Serão liberados 2,5 milhões de doses do Butantan a esses estados para que as populações possam ser mais rapidamente imunizadas. Essa vacina é a mais aplicada no mundo e utilizada em 32 países. Aqui no Brasil, o Butantan entregou 100 milhões de doses. Todos os governadores que aqui estão defendem a vida e a ciência e não é de hoje", enfatizou Doria.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.